terça-feira, 26 de agosto de 2014

Desculpem-me pelo grande sumiço (Não, ENFORCA ELE!) mas vou continuar a fanfic, não vou desistir. Foi mal por não dar muitas explicações, mas até o fim dessa semana ou o começo da próxima o capitulo 5 vai estar aí.

- Vejam também minha outra fanfic no Nyah -

domingo, 20 de julho de 2014

Capítulos 3 & 4
Yoo pessoal! SoraKun está aqui para mais uma notas do Autor (Lembrando que vou fazê-la a cada dois capítulos), primeiramente a aparição do nosso querido Red! O campeão da Liga de Kanto. Ele foi bem gente boa com o Ash, essa é a personalidade dele que eu quero, amigo, legal e talz. Sobre Sarah e Misty, elas só vão aparecer no capitulo 5. Voltando ao nosso fracassado favorito, ele saiu em jornada (Finalmente) e capturou um pokémon (Aehooo) um pokémon ostentaçã1 com a mão no rabo. Aipom. Que vai ser útil no decorrer da Fic. Bem é só isso, logo postarei mais Eps pra download do anime pros meus leitores maravilhosos.
Até o próximo Notas do Autor ^^
-Dia Seguinte - Rota 26-
O sol já havia se erguido no céu, estava tudo claro, era aproximadamente umas nove horas da manhã, uma pequena casinha no meio dessa trilha ganhava destaque por ser a única por ali, ela era bem simples. Lá dentro, em um dos poucos cômodos Ash e seu Pikachu estavam, o garoto dormia tranquilamente enquanto seu Pokémon ficava sentado sobre seu peito o observando.
                — Chu? — Questionava-se o rato amarelo no aguardo de seu treinador que roncava baixo, cansado de esperar deu um leve choque para fazê-lo acordar.
                — Ah! — Exclamou dando um mini-salto na cama. — Pikachu!
                — Pikachu. — Respondeu com um tom de felicidade.
                — Vamos nos arrumar para ir embora. — Ele acaricia a cabeça de seu Pokémon e se levanta com ele no colo. — Sarah deve estar desesperada ou sei lá.
                — Pika.
Ash se levantou, e andou pela casa, quando chegou na cozinha ele viu um bilhete encima da mesa junto com algumas coisas para comer. Ele pegou o bilhete e começou a lê-lo. “Ash, eu tive que sair para tratar de assuntos da Liga Pokémon de Johto, deixei comida para você encima da mesa, perto da geladeira está sua mochila e na sala tem um telefone que você pode usar. Treine bem seus pokémons. Red”.
                — Hm... Certo. — Olhou em volta e viu sua mochila, deixou Pikachu encima da mesa comendo comida para pokémons, pegou um pão francês e começou a ver o que tinha dentro dela. — Não tem muita coisa, mas deve ser o suficiente para chegar em Viridian.
                — Pika! — Grunhiu o rato amarelo deitando-se na mesa visivelmente bem satisfeito com a refeição.
                — Não come demais. — Falou olhando para o seu Pokémon passando pela mesa e indo em direção a sala. — Vou ligar para casa.
- Pallet Town –
Na casa de Ash, estava somente sua mãe que fora informada mais cedo por Sarah que ele havia somente se separado dela e que ela não o encontrava, essa informação acabava de chegar de Viridian onde a garota já estaria por ter saído bem cedo de Pallet com Misty. E cerca de 10 minutos depois o telefone da casa tocava novamente sendo Ash quem telefonava. Délia correu para atender o telefonema.
                — Alô? — Falou ela.
                — Alô mãe? — Respondeu Ash.
                — Querido você está bem, estava tão preocupada, sua irmã disse que vocês haviam se separado por causa de Spearows, o que houve?
                — É, foi mais ou menos isso, eu estou indo para Viridian para ver ela. Poderia tentar falar com ela por mim?
                — Claro, onde você está?
                — Estou na rota 26, mas estou indo para Viridian, onde ela está?
                — Ela ta em Viridian, mas logo deve ir pra Pewter.
                — Entendi... — Depois de mais alguns minutos de conversa eles finalmente se despedem. — Tchau mãe, te amo.
                — Também te amo filho, tchau. — Falou desligando o telefone.
- Rota 26 -
Ash colocou o telefone de volta no gancho, voltou para cozinha e se alimentou. Uns vinte minutos depois ele já estava pronto para partir e retomar a sua jornada e como primeiro objetivo reencontrar sua irmã. Ele pegou Pikachu e saiu da casa, olhou para o céu que estava limpo, possivelmente o dia será tranquilo.
                — Muito bem Pikachu. — Respirou fundo. — Agora nossa jornada começa pra valer.
                — Pika! — Respondeu o Pokémon.
                — Muito bem, de acordo com o mapa da Pokédex temos que ir por ali. — Apontou para um dos caminhos que se dividia a trilha e logo caminhou na direção dele.
Ao olhar a rota se percebia muitas poças de água e lama da chuva do dia anterior, as árvores despejavam várias gotas ao balançar das folhas ao vento, alguns pokémons perambulavam entre os arbustos, raramente algum um pouco mais agressivo aparecia para batalha dando ao jovem uma pequena experiência. Logo pararam de andar e se sentaram em um tronco de uma árvore caída.
                — Bem, caminhamos muito, vamos parar um pouco pra descansar. — Falou retirando algumas maçãs de uma árvore, Pikachu acabou recusando por ter comido demais anteriormente. — Não deve comer demais.
                — Chu. — Resmungou virando o rosto fazendo seu treinador soltar uma risada.
                — Ei Pikachu, por que esta me obedecendo agora?
                — Pika? — Questionou.
                — Quando eu chamei você para batalha antes você tinha recusado.
                — Pikachu, pika Pikachu pika pika Pikachu... — Repetiu isso algumas vezes fazendo gestos com as patas. — Pika.
                — Am... Que bom. — O Garoto virou o rosto sem entender nada do que o Pokémon dissera e direcionou a maçã até a boca, antes de conseguir morde-la algo passou e pegou a maçã para si. — Ei!
                — Ai-Pom! — Era um Pokémon com o pelo da cor predominantemente roxa com exceção do rosto, das patas traseiras e da ponta da cauda que possuía uma mão com três dedos. Ele mostrou a língua para Ash.
                — Hum, vamos ver. — O Garoto pegou a Pokédex e apontou para o Pokémon.
Aipom, um Pokémon macaco. Ele vive em cima de árvores altas. Pulando de galho em galho, ele usa sua cauda para se equilibrar.”

                — Sarah vai adorar ele, vamos Pikachu!
                — Pika! — Respondeu o amarelo correndo até seu treinador e ficando em posição de batalha.
                — Ai... — O pokémon macaco colocou a maçã no chão e ficou em posição de batalha ficando encima da cauda logo iniciando com um Slam indo em direção ao adversário com sua força corporal.
                — Pikachu desvie! — Comandou Ash, e viu Pikachu desviar com sucesso do ataque. —Agora Quick Attack!
                — Pikachu! — Correspondeu o rato amarelo correndo rapidamente na direção de Aipom e acertando o alvo que foi lançado um pouco para traz.
                — Pom! — Ele se irritou e foi para cima de Pikachu caindo com a mão na sua cauda concentrada com um Brick Break que acertou o alvo e fez o rato amarelo se chocar contra uma árvore.
                — Pikachu! Você está bem? — Falou correndo até seu Pokémon que logo se levantou determinado. — Muito bem Pikachu ThunderShock!
                — Pika... Chu! — Concentrou sua eletricidade e logo disparou um raio em Aipom que saltou com o impulso da cauda que foi atingida deixando o Pokémon paralisado.
                — A-Aipom... — Com dificuldade para se mover ele se levantou e girou com sua mão no chão lançando terra em Pikachu, era um SandAttack.
                — Chu... — Ele tentava tirar à areia dos seus olhos.
                — Pikachu. — Ash voltou a olhar para Aipom que tentava fugir da batalha. — Ah não, volta aqui, Pokébola vai! — Gritou arremessando a esfera.
                — Pom? — O macaco tentou desviar, mas não conseguiu então ele se transformou em uma luz e foi mandado para dentro da Pokébola que balançou um pouco, mas logo parou. Confirmando a captura.
— Eu consegui! — O garoto pegou a pokébola e estendeu-a no ar. — Eu peguei um Aipom!
Pikachu. — Apontou para ele mesmo já com os olhos sem areia.
                — Certo,  valeu Pikachu, agora vamos para Viridian. — Saiu andando com a Pokébola na mão.
...
-???-
                — Qual é a ordem chefe?
                — Quero que roubem o centro Pokémon de Viridian.
                — Entendido.
                — Não fracassem comigo, Jéssie e James.
...

Ash capturou o Pokémon que vai entregar a sua irmã como o provável primeiro Pokémon, agora o jovem se dirige a Viridian com o objetivo de encontrá-la, o que vai acontecer no Centro Pokémon de Viridian? Fiquem ligados.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

- Liga Indigo -

sexta-feira, 4 de julho de 2014


Idade: 10 Anos
Classe: Treinador Pokémon
Insignias:

Pokémons:











Ash e Sarah Ketchum, dois irmãos que juntos prometeram se tornar os melhores treinadores Pokémon do mundo. No seu primeiro dia de Jornada já enfrentam grandes problemas. A tensão aumenta cada vez mais, o que vai acontecer. 
Capitulo 3 - Separados 
Chovia muito, uma grande quantidade de água caía sobre aquela região de Kanto naquele momento, Sarah estava sentada próxima ao rio, encolhida, não se importando com o temporal. Não havia achado seu irmão, segurava fortemente as lágrimas, tudo havia começado para eles e simplesmente um acontecimento como esse acaba com sua jornada. 
 Ash... Ash... — Falava a garota repetindo e repetindo o nome de seu irmão, sendo interrompida quando alguém coloca uma capa de chuva sobre sua cabeça, ela olhou para essa pessoa e era a ruiva que tinha pegado a bicicleta. — O-Obrigado... 
— Não foi nada, por que está aqui garota? — Falou a Ruiva também com capa de chuva se sentando ao lado de Sarah. 
                — Meu... Meu irmão... 
— Seu irmão? 
— Sim, ele pulou do penhasco... Vim aqui para tentar encontrá-lo... Mas... — Os seus olhos enchiam-se de lágrimas que logo sairiam dos olhos da garota, que abraçou a que estava ao seu lado. — Ash... 
— Vamos sair daqui, essa chuva está cada vez pior... — Falou se levantando. — Meu nome é Misty, e o seu? 
— Sarah... — Se levantou logo depois saindo andando com ela de volta para Pallet. 
... 
Ash P.O.V 
Pensamentos voavam pela minha cabeça, o estado de Pikachu, onde estaria e como estaria Sarah, o que aconteceu comigo, onde eu estava, e outras coisas que se difundiam da realidade. Todos aqueles pensamentos sumiram quando escutei um som de uma porta abrindo que me fez voltar a mim. 
— Onde estou? — Perguntei a pessoa que entrava no local onde eu estava. — Eu morri e fui pro céu? 
— Oh, ele acordou. — Falou uma voz masculina, o dono dessa voz se aproximaria de mim. — Está na Rota 26 em Kanto. 
—Rota 26? — Questionei me sentando na cama, quando de repente me lembrei de Pikachu. — Onde está meu Pikachu? 
— Bem ali. — Ele apontou para uma mesa onde Pikachu dormia tranquilamente eu podia vê-lo claramente, ele usava uma camisa preta com um colete vermelho com detalhes brancos. Também usava uma calça Jeans, seus olhos eram vermelho sangue, eu tive a sensação de já conhecê-lo de algum lugar.
                 — Pikachu. — Me levantei com um pouco de dificuldade e fui até meu Pokémon, estava menos debilitado do que a ultima vez que o vi, dei um leve sorriso e olhei novamente para o garoto. — Você é... Você é... Red!
                — O Próprio. — Ele passou a mão em seus cabelos. — Eu sou Red, campeão da Liga Pokémon de Kanto e atual detentor do troféu.
— Uau... — Olhei para ele com um ar de admiração, ele é o campeão. — Porra...
                — O que foi? — Ele soltou uma leve risada. — Enfim, está tarde, melhor passar a noite por aqui.
                — Obrigado, você salvou a minha vida. — Sorri e estendi a mão para ele.
                — Não foi nada, só fiz isso por que era o certo a fazer. — Ele retribuiu o meu aperto de mão e depois caminha em direção a saída do quarto. — Boa noite.
                — Boa noite... — O vi fechando a porta me deixando novamente sozinho com Pikachu dormindo ao meu lado, eu me deitei novamente na cama, eu estava cansado e preocupado, sussurrei para mim mesmo ‘Boa noite Sarah’ e fechei os olhos logo dormindo.
...
Ash P.O.V Off
...
-Pallet Town -
Já se passava um pouco mais de Meia-Noite, a pacata cidade de Pallet estava quieta, apenas um choro ecoava de uma das janelas do centro Pokémon. Sarah estava lá em prantos deitada na cama chorando como um bebê, com o rosto enfiado no travesseiro para conter o barulho. Ela estava com receio de voltar para casa e dizer para sua mãe que seu filho estaria morto. Misty estava no quarto ao lado do dela deitada na cama escutando todo o choro da amiga, ela se levantou e foi até o outro quarto, abriu a porta que estava destrancada e viu a cena.
                — Sarah... — Misty caminhou em direção a cama.
                — P-Por f-favor Misty... Vá embora... — Falou soluçando.
                — Não posso ver você chorando desse jeito, eu sei que é trágico... Mas ainda não é o fim de tudo, você pode continuar sua jornada por ele.
                — Mas sem ele... Não faz sentido... Fizemos uma promessa...
                — Então é o seu dever cumprir a sua parte nela — Ela enxugou as lágrimas de Sarah. — Tenho certeza que ele não iria querer ver sua irmã nesse estado.
                — Misty... — Sarah abraçou Misty — Obrigada...
                — Não foi nada. — Falou retribuindo o abraço.
                — Vou continuar... P-Por ele... — Seus olhos novamente se enchem de lágrimas e ela se deita novamente.
                — Boa noite. — Ela deu um leve sorriso e se virou de costas e se sentiu sendo puxada pelo braço. — Hum?
                — Não me deixe sozinha... — Falou com uma voz chorosa.
                — Am... Claro... — Misty se deitou ao lado de Sarah e cobriu as duas com o cobertor e sentiu o forte abraço que recebia da amiga, logo as duas dormiam ali.
...
Agora nossos dois heróis irmãos gêmeos estão separados, enquanto a garota acha que o garoto está morto, o garoto parte em busca de retomar a sua jornada Pokémon e procurar sua irmã. Muitas aventuras esperam por esses dois.